Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
19/04/2024

#Posse: Pará recebe dezoito novos defensores públicos para atuar no interior do estado

Fonte: ASCOM/DPE-PA
Estado: PA
 
Em um momento marcado por muita emoção, a Defensoria Pública do Estado do Pará realizou a Cerimônia de Posse de dezoito novos defensores públicos, na noite desta quarta-feira (17), em Belém. A solenidade ocorreu no Salão de Atos do Palácio do Governo e contou com a presença do governador Helder Barbalho e a vice-governadora Hana Ghassan. 
 
Os novos membros da Defensoria Pública do Pará foram aprovados no V Concurso para Defensor Público do Estado do Pará, e agora integram a instituição que tem como missão constitucional garantir o acesso à justiça, à dignidade humana e à cidadania para as pessoas vulnerabilizadas. 
 
O paraense Neylton Oliveira, natural de Santarém, conta que ingressar na carreira defensorial e lutar pelos direitos da população paraense era um sonho antigo. “Sempre sonhei com a Defensoria Pública e sempre sonhei? também, em trabalhar no meu estado; servir ao meu estado. O sentimento não poderia ser de mais gratidão e alegria. Continuar servindo a sociedade paraense agora aqui, nessa grande instituição, que é a Defensoria Pública, eu realmente estou muito orgulhoso”, comenta. 
 
Já a sergipana Rachel Maynard conta que se estava se preparando para o certame desde 2019. Segundo ela, foi neste momento de preparação que se encantou pela atuação defensorial. 
 
“A Defensoria entrou no meu coração no decorrer dessa caminhada, e durante a pandemia que eu vi o papel de agente de transformação social que a Defensoria exerce, então eu me apaixonei completamente. Para mim é pura gratidão estar aqui e pensar que é possível, que as vezes a pessoa está do outro lado, estudando, em feriado, fim de semana, férias. E vale a pena, porque esse momento demora - mais pra uns do que para outros- mas ele chega e isso que é o importante. Eu estou muito feliz”, comemora a defensora pública. 
 
Essa é a terceira nomeação realizada em menos de dois anos, que supera a marca de 80 defensores convocados para atuar nos municípios do interior do Pará. Com a nomeação, a Defensoria do Pará agora conta com 288 membros em atividade.
 
“Hoje é um dia de celebração, um dia que marca o começo de uma jornada extraordinária para cada um dos dezoito defensores públicos que estão aqui para serem empossados, e também um dia para refletir sobre o caminho que nos trouxe até aqui: sobre as adversidades que superamos e a vitórias que compartilhamos”, destaca o defensor público-geral, João Paulo Lédo.
 
Com os investimentos em estruturação e no corpo funcional, a Defensoria Pública do Pará saiu de 44 para 102 municípios alcançados pelos serviços defensoriais em três anos. Agora, com a chegada de novos membros, a DPE-PA chega à marca histórica de 107 municípios, com a presença permanente de um defensor público nas cidades de Afuá, Chaves, Ourilândia e Tucumã.
 
Ao parabenizar os novos defensores públicos, o governador do Pará, Helder Barbalho, citou a papel dos defensores como um dos mais belos desempenhados no serviço público. “Festejo que possam ter escolhido e agora tem a oportunidade de ingressar em uma das mais belas carreiras do serviço público, pois efetivamente vocês terão uma oportunidade de colaborar com aqueles que mais precisam”, destaca.
 
 
Tecnologia e modernização 
Durante a cerimônia, foi apresentada a nova ferramenta de atendimento ao público da Defensoria Pública do Pará, a inteligência artificial “Sírio”. A plataforma é um chat bot que poderá ser acessada de qualquer dispositivo, sem a necessidade de fazer download, com o objetivo de oferecer um serviço mais ágil e eficaz aos assistidos da Defensoria Pública.
 
A interface visa otimizar o atendimento, a fim de tornar a parte de automação mais completa e humanizada. O assistido poderá acessar a ferramenta de qualquer plataforma, realizar o cadastro e preencher o formulário que vai gerar a peça inicial utilizado no atendimento presencial com o defensor público. 
 
“O projeto de chat da Defensoria Pública para a comunicação com os seus assistidos recebeu o nome de Sírio, que é uma alusão ao sistema “Siri” da Apple, que orienta e ajuda o usuário, função da Defensoria: responder a consulta dos nossos assistidos, orientar juridicamente os nossos passos, e também uma alusão ao nosso Círio de Nazaré”, explica o Diretor da Diretoria de Inovação e Transformação da DPE-PA, defensor público Fábio Rangel. 
 
Novo prédio em Santarém
Ainda nesta quarta-feira (17), o defensor público-geral, João Paulo Lédo, e o governador Helder Barbalho assinaram o termo de afetação e a transferência da administração de um imóvel pertencente ao Estado do Pará, no município de Santarém, para a Defensoria paraense. No local funcionará a sede do Núcleo Regional do Baixo Amazonas. 
 
Sobre a Defensoria Pública do Pará
A Defensoria Pública é uma instituição constitucionalmente destinada a garantir assistência jurídica integral, gratuita, judicial e extrajudicial, aos legalmente necessitados, prestando-lhes a orientação e a defesa em todos os graus e instâncias, de modo coletivo ou individual, priorizando a conciliação e a promoção dos direitos humanos e cidadania.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
4 de junho (Brasília)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
AGE
12 de novembro (Maranhão)
Reuniões das Comissões Temáticas e abertura do XVI CONADEP
12 a 15 de novembro (Maranhão)
XVI CONADEP
 
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)