Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
01/04/2024

RR: DPE garante curatela para jovem com deficiência em menos de 24 horas

Fonte: ASCOM/DPERR
Estado: RR
A Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE-RR) garantiu, em menos de 24 horas, a curatela para a jovem Valdilene Nascimento, de 19 anos, que possui deficiência e vive no município de Cantá.
 
Valdilene, que é filha de pescadores, sofreu um acidente quando tinha apenas um ano e meio de idade. Após a queda, ela começou a convulsionar e perdeu os movimentos. Desde então, seus pais lutavam para garantir seus direitos e acesso a serviços essenciais.
 
Na quarta-feira (20), o casal Alcemir Almério, 52 anos, e Vaneide Nascimento, 49 anos, buscaram atendimento na Defensoria Itinerante na Vila Félix Pinto. Lá, solicitaram a curatela para a filha, que necessita de acompanhamento médico constante e auxílio para realizar atividades básicas do dia a dia.
 
A ação foi protocolada na quinta-feira (23) e a decisão judicial, favorável à curatela provisória ao pai da jovem, foi proferida na sexta-feira (24).
 
“Diante da situação vulnerável da família e da urgência do caso, a DPE-RR realizou diligência na casa dos assistidos e constatou as dificuldades enfrentadas por Valdilene e seus pais. Com a ação protocolada na quinta-feira, a Defensoria Pública obteve a decisão judicial favorável à curatela provisória em menos de 24 horas. A partir de agora, Alcemir poderá representar sua filha em questões jurídicas e administrativas, assegurando seus direitos e acesso a benefícios e serviços”, explicou o coordenador da Defensoria Itinerante, Regis Braga.
 
Ao receber a notícia da decisão judicial, os pais de Valdilene se emocionaram e agradeceram o trabalho da Defensoria Pública, pois agora poderão resolver as demandas da filha junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e outras instituições.
 
DEFENSORIA ITINERANTE
 
De 18 a 22 de março, a DPE-RR e o Instituto de Identificação Odílio Cruz de Roraima (IIOC/RR) atenderam um total de 442 pessoas no município de Cantá.
 
Na Vila P.A Taboca, foram realizados 48 atendimentos, e na Comunidade Campinho, foram 111. Seguindo a programação, a Vila Félix Pinto totalizou 109 protocolos. Também foram atendidas, a Vila Central, com 82, e a sede do Cantá que somou ainda 92 atendimentos finalizados.
 
A Defensoria Itinerante é uma forma de aproximar a justiça da população, oferecendo serviços como reconhecimento e dissolução de união estável, regulamentação de guarda e alimentos, entre outros para moradores de locais de difícil acesso.
 
Para mais detalhes sobre o cronograma, datas, locais, horários e demais informações sobre as ações da Defensoria itinerante, acompanhe o perfil do Instagram da Defensoria Pública @defensoriarr ou pelo site defensoria.rr.def.br.
 
 
ATENDIMENTO
 
Na capital, a população também pode buscar os serviços da Defensoria por meio do atendimento virtual do DIVA, no aplicativo de conversas WhatsApp, no número (95) 2121-0264, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
8 de maio (São Paulo, 14h)
AGE
9 de maio (São Paulo, 14h)
Lançamento da Campanha Nacional
4 de junho (Brasília)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
Reuniões das Comissões Temáticas
12 a 15 de novembro (Maranhão)
XVI CONADEP
 
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)