Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
04/03/2024

CE: Dois novos defensores tomam posse e vão atuar em Ipu e Crateús

Fonte: ASCOM/DPECE
Estado: CE
A Defensoria Pública do Ceará ganhou nesta sexta-feira (1º/3) mais dois novos membros. Rebeca Rocha Ramos e Mike Douglas Muniz Chagas foram empossados pelo Egrégio Conselho Superior da DPCE e atuarão como defensores nas cidades de Ipu e Crateús, respectivamente. Com isso, sobe para 28 o número de aprovados no oitavo concurso da instituição e que assumiram os cargos.
 
“Vocês dois são os primeiros da minha gestão dos muitos que virão. Temos ainda muitos municípios carentes da nossa atuação e eu renovo aqui meu compromisso de lutar por mais nomeações para pintarmos nosso Ceará de verde, porque a Defensoria é muito nova e sofre muitos ataques. Mas é o modelo constitucional e mais completo de acesso à justiça. Por isso, nunca percam a capacidade de olhar nos olhos de quem mais precisa e sobretudo, de ouvir as pessoas”, aconselhou a defensora geral Sâmia Farias.
 
Ex-estagiária da DPCE, Rebeca Rocha é cearense e renunciou ao cargo de defensora pública da Bahia para voltar para perto da família. Antes disso, atuou também na Defensoria do Amapá. “Nós atuamos como intérpretes das vozes daqueles que não conseguem se fazer ouvir. Atuamos para desinvisibilizar. Lutamos para tornar a máxima ‘nos direitos humanos, somos todos iguais’, de Patativa do Assaré, uma realidade social”, disse.
 
Já Mike Douglas é natural do Rio de Janeiro. Ele enalteceu a importância da política de cotas raciais implementada pela DPCE no concurso para a Defensoria. “As cotas desafiam estereótipos e preconceitos e abrem caminhos para outras pessoas negras. A Defensoria deve ser cada vez mais inclusiva, diversa e antirracista”, afirmou, destacando a importância da luta dos antepassados negros para que ele pudesse chegar onde chegou.
 
Em nome dos conselheiros eleitos do Consup, a defensora pública Karinne Matos também ressaltou a relevância das cotas raciais para os quadros da DPCE e disse que a Defensoria existe para tornar o Brasil um país mais justo. “Os desafios são gigantes, mas maiores são os ganhos da nossa atuação por um Ceará mais verde e com menos desigualdades. O nascer de novos tempos se faz com a posse de vocês dois.”
 
Representando a Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos do Ceará (Adpec), Efraim Pinto pontuou que “a chegada dos novos defensores representa um avanço significativo e fortalece os alicerces da Defensoria.”
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
8 de maio (São Paulo, 14h)
AGE
9 de maio (São Paulo, 14h)
Lançamento da Campanha Nacional
4 de junho (Brasília)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
Reuniões das Comissões Temáticas
12 a 15 de novembro (Maranhão)
XVI CONADEP
 
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)