Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
04/03/2024

AP: 139 pessoas foram atendidas na Carreta da Defensoria, em Cutias

Fonte: ASCOM/DPEAP
Estado: AP
Estacionada na praça de Cutias, a Carreta da Defensoria Pública do Amapá (DPE-AP) atendeu 139 pessoas neste sábado, 2. Além dos atendimentos de rotina, a unidade móvel foi um verdadeiro instrumento de cidadania e emitiu 100 Certidões de Nascimento.
 
Para viabilizar esse serviço, a DPE-AP contou com a parceria da Prefeitura de Cutias e do Cartório Apolinário, de Ferreira Gomes.
 
A demanda de segundas vias de documentos foi identificada pela Defensoria no último mutirão realizado no município, em março de 2023. Na ocasião, muitos munícipes apareceram com o registro civil inválido e, por essa razão, não conseguiam acessar os seus direitos.
 
Para o defensor público, coordenador do Núcleo Regional de Ferreira Gomes, Guilherme Amaral, o mutirão significou a efetivação dos direitos fundamentais dos cidadãos do município.
“Trazendo para a ação o cartório nós conseguimos facilitar e garantir de imediato a efetivação de direitos para essa população que é tão vulnerabilizada”, disse Guilherme
 
Com o cartório de Cutias dentro da Carreta, os assistidos saíram com o documento em mãos sem nenhum custo. A agilidade do serviço surpreendeu Irinete Souza, dona de casa que buscava emitir a segunda via do registro de sua filha, Raíres, de 5 anos.
 
“Eu perdi o registro dela há um tempo e a escola estava me pedindo, mas eu não tinha como tirar sozinha esse documento por falta de dinheiro. Poder sair com ele já, e de graça… Eu achei maravilhoso esse serviço”, disse a assistida.
 
A Certidão de Nascimento é o ponto de partida para o reconhecimento da existência legal de uma pessoa e é essencial para o acesso a uma série de serviços públicos e privados, desde educação e saúde até direitos sociais e previdenciários.
 
O defensor público-geral, José Rodrigues, ressaltou a importância dessa atuação, principalmente com as comunidades do interior que possuem maiores dificuldades para ter serviços básicos.
 
“A Defensoria está encabeçando essa grande ação porque o nosso objetivo é estar sempre onde a população mais precisa. Entregar esse documento para os nossos assistidos é entregar, também, cidadania”, explicou José.
 
O mutirão reforçou o compromisso com a promoção da cidadania e o acesso igualitário aos serviços básicos, além disso, também ofereceu atendimentos jurídicos e orientações nas áreas de Família, Cível, Criança e Adolescente, Criminal, Execução Penal, Direitos da Mulher e LGBTQIA+.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
8 de maio (São Paulo, 14h)
AGE
9 de maio (São Paulo, 14h)
Lançamento da Campanha Nacional
4 de junho (Brasília)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
Reuniões das Comissões Temáticas
12 a 15 de novembro (Maranhão)
XVI CONADEP
 
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)