Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
08/11/2023

RR: PRÊMIO DE JORNALISMO: Vencedores dedicam prêmio aos assistidos da Defensoria Pública de Roraima

Fonte: ASCOM/DPERR
Estado: RR
Os jornalistas vencedores da primeira edição do Prêmio de Jornalismo da Defensoria Pública de Roraima dedicaram a conquista às pessoas que tiveram seus direitos reconhecidos pela instituição, cujas histórias foram contadas pelas reportagens premiadas. A entrega dos troféus, prêmios em dinheiro e certificados aconteceu na noite desta segunda-feira, 6, no Salão Monte Roraima do Sesc/Senac Administrativo.   
 
“A vitória maior, na verdade, não é minha. A vitória maior é daquele povo sofrido, guerreiro. Um povo batalhador, que precisa muito desse serviço da Defensoria, de atendimento jurídico”, disse Amílcar Júnior, ao receber a premiação por ter conquistado o primeiro lugar na categoria texto.
 
Com 25 anos de atuação no jornalismo roraimense, ele vive atualmente em Uiramutã e escreveu a matéria premiada sobre o atendimento feito pela Defensoria Itinerante, nas comunidades indígenas isoladas daquele município.
 
“Eu soube desse programa muito importante da Defensoria Pública, atendendo as comunidades indígenas bem distantes do Uiramutã, e tive a ideia de mostrar, de maneira bem fiel, já que eu moro lá, o árduo trabalho da Defensoria Pública, destes defensores, que levam cidadania, que levam o atendimento jurídico a esses povos tão distantes”, contou, dizendo-se honrado pelo reconhecimento do seu trabalho.
 
Ganhadora do primeiro e do segundo lugar na categoria fotojornalismo, a fotógrafa Nilzete Franco disse que participar do concurso foi gratificante, pela oportunidade de mostrar o impacto do trabalho da Defensoria na vida das pessoas, através dos programas Enfim, Casados e reconhecimento de paternidade. “Foram trabalhos feitos com muito carinho, muito amor”, comemorou.
 
Reconhecimento
 
Prestigiar e reconhecer os jornalistas de Roraima, além de estimular a divulgação de matérias com a temática “Onde há Defensoria, há justiça e cidadania”, foram os grandes objetivos da premiação, conforme o defensor público-geral, Oleno Matos.  
 
“Hoje é um dia marcante, porque essa ideia surgiu com o objetivo de a gente prestigiar os jornalistas que fazem esse trabalho maravilhoso de divulgação de todas as notícias, mas principalmente, de fazer com que a Defensoria seja cada vez mais conhecida para toda a população”, afirmou.
 
O defensor público, Frederico Leão, que presidiu a Comissão Julgadora, elogiou a qualidade das matérias premiadas. “Eu fiquei muito satisfeito com os trabalhos que eu vi, com as reportagens. Foi possível perceber o comprometimento que a mídia e a imprensa local têm em relação ao público vulnerável, em relação ao serviço prestado pela Defensoria Pública”, frisou.
 
Para o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Roraima (Sinjoper), Paulo Thadeu, a experiência como jurado foi importante, uma vez que o prêmio trouxe como mote a valorização do ser humano.
 
“Isso mexe com a opinião pública, mexe com a própria sociedade e vai impactar lá na pessoa que vai estar ouvindo, assistindo, lendo. Então, eu acho que já é um marco para o jornalismo”, disse.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
13 de agosto (Brasília)
AGE
3 de setembro (Brasília)
AGE
1º de outubro (Brasília)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
AGE
12 de novembro (Maranhão)
Reuniões das Comissões Temáticas e abertura do XVI CONADEP
12 a 15 de novembro (Maranhão)
XVI CONADEP
12 de dezembro (Brasília)
AGE
 
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)