Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
18/09/2023

DPE-AM entrega 27 certidões de nascimento a moradores da comunidade Parque das Tribos

Fonte: ASCOM/DPE-AM
Estado: AM
 
Cassiano e outras 26 pessoas receberam o documento gratuitamente, na comunidade Parque das Tribos, no Tarumã, na Zona Oeste e Manaus, nesta quarta-feira (13), durante uma ação da DPE-AM, em resposta aos atendimentos ocorridos na localidade em junho deste ano. 
 
“Recebemos essa demanda da Semsa e atendemos cerca de 60 pessoas, que estavam com problemas relacionados a certidão de nascimento. Acionamos os cartórios, muitos do interior, e já recebemos as respostas da metade dessas demandas. Hoje, viemos entregar as segundas vias de algumas dessas certidões e, em outros casos, vamos ter que ajuizar ações de registro de nascimento tardio ou, em caso de erro, iniciar ações de retificação, para assegurar que essas pessoas tenham acesso a um documento é que tão básico, mas é fundamental”, afirmou a defensora pública Rosimeire Barbosa, titular da Defensoria Pública Especializada em Atendimento de Registros Públicos. 
 
O registro civil é o documento que oficializa a existência do indivíduo no País, que passa a ter nome, sobrenome, nacionalidade e filiação. Ele é essencial para a obtenção de outros documentos e também para assegurar o acesso a benefícios governamentais e a projetos públicos.   
 
Ainda segundo a defensora Rosimeire Barbosa, o atendimento na própria comunidade foi muito importante para aproximar a população da Defensoria e facilitar o acesso dela aos serviços da instituição.
 
De acordo com o Cacique Ismael Munduruku, muitos indígenas do Parque das Tribos possuem apenas o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani), expedido pela Fundação Nacional do Povos Indígenas (Funai).  
 
“Muitos deles nem sequer realizaram o registro civil, outros perderam seus documentos e não sabem como tirar a segunda via. Então, essa ação ajuda os parentes indígenas e os comunitários do Parque a resolverem esse problema. A Defensoria fez um trabalho brilhante enquanto a isso e, o mais importante, entregou pessoalmente os documentos”, enfatizou.
 
Acesso a certidão de nascimento
Não possuir o registro de nascimento é uma situação recorrente no país, quando quase 3 milhões de pessoas não têm o documento, de acordo com levantamento realizado pelo IBGE. Em casos de dificuldade para a obtenção da certidão, como a inexistência ou algum erro, a Defensoria pode prestar assistência jurídica ao interessado. Basta agendar um atendimento pelo Disk 129 ou pelo site defensoria.am.def.br.
 
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
4 de junho (Brasília)
AGE
11 de novembro (Maranhão)
AGE
12 de novembro (Maranhão)
Reuniões das Comissões Temáticas e abertura do XVI CONADEP
12 a 15 de novembro (Maranhão)
XVI CONADEP
 
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)