Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
29/09/2022

APADEP: Clube de Leitura “Leia Mulheres”

Fonte: APADEP
Estado: SP
A APADEP inicia no mês do outubro o Clube de Leitura “Leia Mulheres”, novo projeto da Diretoria das Mulheres.
 
A ideia é criar um ambiente propício para que associadas possam debater literaturas escritas por mulheres.
 
Os encontros serão realizados periodicamente, na modalidade virtual. Será escolhido um livro/trecho/conto previamente, todos escritos por mulheres, que será objeto de debate, com participação de Autoras, se possível, ou mesmo de outras mulheres que possam mediar o debate.
 
A proposta inicial é ler produções de mulheres Defensoras Públicas.
 
O primeiro encontro acontecerá no dia 26/10, às 18:30h, por meio virtual. O livro escolhido foi “QUEM TÁ VIVO LEVANTA A MÃO”, da escritora, Defensora Pública em São Paulo e associada Maria Fernanda Maglio, que também participará.
 
A Apadep disponibilizará 20 exemplares do livro para as associadas participantes. Caso haja um número maior de inscritas, será realizado sorteio.
 
A fim de permitir logística do envio do livro, concorrerão ao sorteio as associadas que se inscreverem de 26/09 a 07/10, enviando uma mensagem para o WhatsApp da Apadep (11) 97619-2515, com o código: LEIA MULHERES.
 
1 EDIÇÃO: LEIA DEFENSORAS PÚBLICAS
 
1 ENCONTRO (online): DIA 26.10.2022, ÀS 18:30H. CONVIDADA: MARIA FERNANDA ELIAS MAGLIO, DEFENSORA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO DESDE 2007.
 
LIVRO SELECIONADO: QUEM TÁ VIVO LEVANTA A MÃO, Editora Patuá, 2021 – link: https://www.editorapatua.com.br/quem-ta-vivo-levanta-a-mao-de-maria-fernanda-elias-maglio/p
 
SINOPSE DO LIVRO:
 
“Maria Fernanda olha em volta. Quase os olhos de uma criança. Ou de um stalker psicopata, talvez apenas alguém visitando algum país de costumes muito diferentes. Tudo o que ela escreve tem o frescor do desvirginar. As imagens são fotos em letras. E você segue atrás dela pelos longos parágrafos, imagem por imagem, personagens que você já viu, sempre alguém que você já conheceu ou leu num jornal, viu na tevê, um atrás do outro, todos reconhecidos. E a rotina deles parece a sua. Sim, ela converte você em leitor stalker psicopata. E você vai, passivamente atrás da caneta dela. E você sente a dor, o nojo, o tesão, e não larga das fotos em letras. Ela faz você rir ou chorar, tudo é possível, ela faz você olhar para a humanidade, para aquilo que está dentro daqueles personagens, dentro de você, mesmo que lá no fundo. Seus olhos amarrados àquela caneta. A tinta falha, ela morde a tampa da bic, olha pra cima pensando no que vem a seguir. Você se senta e espera. Mais um pouco. Logo ela retoma. E você, avidamente, continua também. Alguns contos te assustam, te lembram do que quase aconteceu naquele dia, do que aconteceu de verdade. Você tenta fechar a capa do livro e os olhos. Mas precisa saber como vai terminar. Começa outro conto, outra perseguição acelerada e sem compaixão. E você jura nunca mais, never more.”
 
 Elidia Novaes
 
OUTRAS OBRAS:
 
ENFIM, IMPERATRIZ (2017);
 
179. RESISTÊNCIA (2019)
 
VOCÊ ME ESPERA PARA MORRER? (2020)
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
14 de dezembro
AGO de eleição
13 de dezembro
Reunião de Diretoria
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)