Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify
22/06/2022

MT: Defensoria Pública e Polícia Militar realizam palestra sobre Lei Maria da Penha em Paranatinga

Fonte: ASCOM/DPEMT
Estado: MT
O defensor público André Barbosa, em parceria com a Polícia Miliar, realizou uma palestra, seguida de debates, sobre a Lei Maria da Penha e suas consequências jurídicas, no dia 9 de junho, aos reeducandos da Cadeia Pública de Paranatinga (373 km de Cuiabá).
 
Com duração de aproximadamente três horas, o evento foi aberto pela policial militar Cláudia Regina Neves, que falou sobre as formas de violência contra a mulher, com a leitura de uma cartilha especialmente desenvolvida para a palestra.
 
Em seguida, o defensor abordou as questões processuais, tratou das medidas protetivas, das consequências do seu desrespeito e de como realizar a retratação.
 
“O evento será realizado a cada semestre para que possamos atingir nosso público com as informações necessárias para melhor convívio social e evitar a reincidência, por falta de educação em direitos”, destacou Barbosa.
 
A Secretaria de Estado de Segurança Pública, representada pelo diretor da unidade prisional, Maycon Borille, promoveu a estrutura necessária para que o encontro ocorresse de forma segura e produtiva.
 
“Estamos na 2ª edição desse evento nesta unidade prisional e percebemos o quão importante é esse trabalho pelo número reduzido de novos reclusos, pela violência domestica ou crimes afins. Parabenizamos a execução do Projeto Patrulha Maria da Penha, da Polícia Militar em parceria com a Defensoria Pública de Paranatinga, pelo excelente trabalho prestado aos nossos recuperandos e à sociedade”, afirmou Borille.
 
Em novembro do ano passado, o mesmo evento foi realizado na unidade. Segundo a policial militar, a educação em direitos é essencial para combater a violência doméstica e familiar.
 
“A conscientização dos homens é fundamental, porque assim eles passam a entender todas as consequências da violência doméstica e familiar contra a mulher. É importante mostrar a eles que não é uma luta das mulheres contra os homens, mas sim uma luta de todos”, afirmou Cláudia.
 
Outras iniciativas – Durante os meses de abril e maio, mais de 100 obras infantis foram distribuídas aos cidadãos que procuraram o Núcleo de Paranatinga da DPMT com crianças, filhos ou sobrinhos interessados nas obras. Os livros foram doados do acervo familiar do próprio defensor público.
 
Ainda no mês de maio, a Defensoria Pública acompanhou o Conselho Tutelar e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) em uma apresentação teatral, para os alunos da Escola Municipal Teles Pires, que abordou o tema do abuso na infância.
 
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
06 de julho
AGE
03 de agosto
AGE
31 de agosto
Reunião de Diretoria
01 de setembro
AGE
05 de outubro
AGE
08 de novembro, Goiás (CONADEP)
AGE
08 A 11 de novembro, em Goiânia (GO)
XV Congresso Nacional das Defensoras e Defensores Públicos
14 de dezembro
AGO de eleição
13 de dezembro
Reunião de Diretoria
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)