Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify Deezer
14/09/2021

PI: Defensoria Pública promoveu evento em alusão ao Setembro Amarelo

Fonte: ASCOM/DPE-PI
Estado: PI
A Defensoria Pública do Estado do Piauí, através de sua Ouvidoria-Geral, em parceria com a Escola Superior da Defensoria (Esdepi), realizou na última sexta-feira (10), o Seminário Virtual de “Prevenção e Posvenção ao Suicídio”, em alusão ao Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio. O evento foi realizado por meio da plataforma Zoom, com transmissão pelo Youtube da Defensoria Pública do Estado do Piauí (registro no final da matéria).
 
A programação do Seminário contou com a abertura feita pela coordenadora da Esdepi, Defensora Pública Rosa Viana, pelo Ouvidor-Geral da Defensoria, Djan Moreira e pelo Defensor Público Geral do Estado do Piauí, Erisvaldo Marques dos Reis. “Desde já agradeço ao Djan, por ter mais essa iniciativa, nos aproximando cada vez mais da sociedade, daquelas pessoas que mais precisam. Agradeço à Defensora Pública Rosa Viana, pela Escola Superior da Defensoria e aos palestrantes Carlos Felipe Almeida; Leidinalva Soares; Virginia Pinheiro e Ricardo Paris e Miriam Paris. É um tema relevantíssimo e, como instituição, a Defensoria Pública, tem o dever, e pessoalmente também vejo como uma missão, de tentar conscientizar outras pessoas e de alguma maneira dar algum apoio. Acho importante esse apoio, para que as pessoas consigam sair de determinadas situações””, declarou O Defensor-Geral durante a abertura do evento.
 
A primeira palestra do evento foi apresentada pela médica psiquiatra Sandra Paula Peu da Silva, que é membro da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), vice-presidente da Associação em Defesa das Pessoas com Transtornos Mentais, Amigos e Familiares. Durante sua fala, a psiquiatra destacou a importância da campanha Setembro Amarelo, instituída no país desde o ano de 2014. “O Setembro Amarelo é uma campanha de prevenção ao suicídio, trazida para o Brasil em 2014, pela Associação Brasileira de Psiquiatria, e também abraçada pelo Conselho Federal de Medicina. São essas as duas únicas instituições que dão lastro ao Setembro Amarelo. […] A Associação Brasileira pediu para registrar essa marca, para controlar melhor o que é transmitido na campanha Setembro Amarelo em todo o país. Nós tínhamos visto que muito do discurso de prevenção do suicídio, era um discurso distorcido daquilo que era realmente eficiente para lidar com prevenção de suicídio […] Então precisamos saber como fazer essa condução”. disse.
 
Na sequência, o presidente da Associação Brasileira de Estudos e Prevenção de Suicídio – ABEPS, Carlos Felipe Almeida D’ Oliveira, apresentou a palestra: “ A gestão da Prevenção do Suicídio nas Instituições de Saúde Comunitárias”.A terceira palestra do evento, intitulada: “Do Luto à Luta” foi ministrada por Leidinalva Soares – Educadora, idealizadora do grupo Vida Que Segue e membro da ABEPS. “Foi uma honra levar nossa experiência como contribuição! Um evento de muito significado para nossa luta, e principalmente, sendo uma ação de uma instituição tão respeitada e séria como a Defensoria. Gratidão sempre!”, afirmou Leidnalva Soares.
 
A Mesa de Debates: “Estratégias na Prevenção do Suicídio no Estado do Piauí”, foi ministrada pela Defensora Pública Rosa Mendes Viana Formiga que destacou a realização do evento em conjunto pela Ouvidoria e Escola Superior. “O mês de setembro é sempre uma oportunidade de debatermos esse assunto tão delicado e importante que é o suicídio, que tem custado tão caro a tantas pessoas e famílias. O seminário idealizado pela Ouvidoria, na pessoa de nosso Ouvidor-Geral, parceiro da Esedepi, foi bastante enriquecedor, já que abordou de forma muito completa o tema, tanto na prevenção, como na posvenção, por diversos profissionais experts no assunto e contou com o valiosos testemunhos de pessoas que vivenciam profundamente o luto de entes queridos, que tanto nos ensinaram e encorajaram. Um grande privilégio participar e compartilhar de tantos conhecimentos. E ao final, ainda pudemos desfrutar de um momento leve e de interação, com belas canções que nos emocionaram. A Defensoria está de parabéns por apoiar e incentivar eventos como este!”, disse.
 
O evento foi encerrado com a “Reflexão Musical”, apresentação artística realizada por Ricardo Paris e Miriam Paris. A Defensoria Pública ressalta que a certificação será emitida por meio da Escola Superior da Defensoria Pública (Esdepi), apenas para os participantes que realizaram a inscrição antecipada do evento. 
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
6 de outubro
AGE
3 de novembro
AGE
8 de dezembro
Reunião de Diretoria da ANADEP
9 de dezembro
AGE
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)