Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify Deezer
19/07/2021

APDP: Afiliada da TV Globo na Paraíba apoia Campanha anual da ANADEP

Fonte: APDP
Estado: PB
A Rede Paraíba de Comunicação, afiliada da TV Globo no estado, se incorporou à Campanha “Racismo se combate em todo lugar”, da Associação Nacional das Defensoras Públicas e Defensores Públicos (ANADEP), que conta com integral apoio da Associação Paraibana dos Defensores Públicos.
 
O presidente da APDP, Fábio Liberalino da Nóbrega, agradeceu ao executivo Eduardo de Oliveira Carlos, presidente da referida Rede pelo apoio anualmente dispensado nesse sentido, por meio da veiculação de vídeo nas TV’s Cabo Branco e Paraíba, bem como de Spot nas Rádios Cabo Branco FM e CBN FM.
 
“Para nós é razão de orgulho participarmos de mais essa Campanha, que também se reveste do mais profundo alcance social, desta feita, pela defesa da equidade étnico-racial”, afirmou Eduardo Carlos.
 
Por sua vez, Fábio Liberalino destacou o significado dessa divulgação em toda a Paraíba através das emissoras de TV’s e Rádios integrantes do Sistema, sempre comprometido com nobres causas. O encontro contou ainda com a participação do assessor de imprensa da APDP, Cândido Nóbrega.
 
Despertar a conscientização
 
A Campanha Nacional “Racismo se combate em todo lugar: Defensoras e Defensores Públicos pela equidade racial”, conta ainda com apoio do Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais e tem por objetivo despertar a conscientização sobre a necessidade de formular, fomentar e efetivar políticas públicas voltadas ao enfrentamento do racismo estrutural e institucional, em especial as relativas às pessoas indígenas, negras, quilombolas e outros povos tradicionais.
 
Do total de mortes violentas no Brasil, 75% foram de pessoas negras, entre 15 e 29 anos, em 2019. Esses são dados do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (IPEA) que reforçam a importância do combate ao Racismo. Os povos tradicionais, como os indígenas e quilombolas, também sofrem com ataques que vão desde expressões pejorativas à luta pelo direito à prática religiosa e pelo território.
 
Outro importante canal de denúncia é o Disque 100, Disque Direitos Humanos. As denúncias podem ser anônimas ou, quando solicitado pelo(a) denunciante, é garantido o sigilo da fonte das informações. O serviço de atendimento telefônico é gratuito, funciona 24 horas por dia, nos sete dias da semana.As denúncias recebidas são analisadas, tratadas e encaminhadas aos órgãos responsáveis.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
Escola Nacional das Defensoras e Defensores Públicos do Brasil
Novas 100 regras de Brasília
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)