Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr
07/06/2019

PR: Projeto “Recomeçar” auxilia mulheres em situação de violência doméstica

Fonte: ASCOM/DPE-PR
Estado: PR
A Sede da Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) em Cianorte realiza o projeto “Recomeçar”. Batizado pelas participantes, a ação procura estabelecer iniciativas que busquem o bem-estar dessas mulheres. Em encontros quinzenais, as assistidas encontram apoio, orientação e acompanhamento psicossocial e jurídico, que é prestado durante encontros do projeto. Além disso, há os atendimentos psicológicos individuais mensais, com o intuito de trabalhar as demandas de cada uma das mulheres. Ao longo do ano, 18 encontros serão realizados. 
 
O projeto existe desde 2015, e oferece acompanhamento contínuo e sistematizado para mulheres que passaram ou estão passando por situações de violência doméstica. Segundo a coordenadora do projeto e assistente social, Grazielle Ganhão, o perfil das participantes é variado, mas a maioria é de meia idade, tem baixo poder aquisitivo e já rompeu relações com o agressor.
 
O projeto trabalha em articulação com a rede de serviços do município, especialmente com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e a Delegacia da Mulher, e conta, também, com a contribuição de outros membros da Defensoria.  Os encontros são realizados com mulheres encaminhadas pela própria instituição, por órgãos municipais ou que procuram o serviço.
 
Além das reuniões tradicionais, a ação promove atividades que incentivam a convivência familiar e comunitária e conta com o apoio de empresas privadas para realizar ações diferenciadas. Em 2019, a DPE-PR iniciou uma parceria com o curso de Estética e Cosmética da Universidade Paranaense (UNIPAR), esta oferece semanalmente, as quintas-feiras, atendimentos estéticos gratuitos, trabalhando a autoestima e o empoderamento feminino dessas mulheres.
 
As reuniões são realizadas a cada 15 dias, na Sede da DPE-PR em Cianorte (Avenida Maranhão, nº 255 - Centro, CEP: 87.200-980), às 19h30. Para mais informações sobre as datas e os temas debatidos, veja a tabela abaixo.
 
 
 
TEMÁTICA QUE SERÃO TRABALHADAS NOS ENCONTROS:
 
Acolhida das mulheres em situação de violência doméstica;
 
Raízes históricas da violência contra as mulheres e tipificação da violência doméstica
contra as mulheres;
 
Defensoria Pública: o que é e quais as áreas de atendimentos;
 
Sentimentos das mulheres em situação de violência doméstica;
 
Lei Maria da Penha: considerações do ponto de vista jurídico;
 
Desenvolvimento emocional e social infantil;
 
Autoestima da mulher em situação de violência doméstica;
 
Oficina de fortalecimento de vínculos;
 
Uso de álcool/drogas e a violência doméstica contra as mulheres;
 
Direitos sociais das mulheres;
 
Rede de atendimento à mulher em situação de violência doméstica;
 
Consequências da violência doméstica contra as mulheres;
 
Saúde das mulheres;
 
Precisamos falar com os homens;
 
Segurança das mulheres;
 
Família e violência;
 
Organização financeira familiar;
 
Oficina cultural e encerramento.
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
27, 28 e 29 de agosto
Atividades legislativas
28 e 29 de agosto
CONIP 2019
4 de setembro de 2019
Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
2 de outubro de 2019
Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
12 de novembro de 2019
Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
11 de dezembro de 2019
Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
1º de outubro de 2019
Reunião de Diretoria da ANADEP
10 de dezembro de 2019
Reunião de Diretoria da ANADEP
12 a 15 de novembro - Rio de Janeiro
XIV Congresso Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (CONADEP)
XIV CONADEP
ANADEP INOVA
Escola Nacional das Defensoras e Defensores Públicos do Brasil
Novas 100 regras de Brasília
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)