Instagram Facebook Twitter YouTube Flickr Spotify Deezer
24/11/2021

MT: Defensora pública recebe moções de aplausos da ALMT e Câmara Municipal de Cuiabá

Fonte: ASCOM/DPE-MT
Estado: MT
Nos dias 18, 19 e 23 de novembro a defensora pública Rosana Leite recebeu moções de aplauso por representar a Defensoria Pública de Mato Grosso na Câmara Setorial Temática da Mulher na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, proposta pelo deputado estadual Max Russi, presidente da ALMT, e também pela defesa da população LGBTQIAP+, por indicação do vereador Luiz Fernando Amorim.
 
Todas as condecorações foram também uma homenagem aos 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, campanha que começou em todo o Brasil no dia 20 de novembro e segue até o dia 10 de dezembro.
 
“Os 21 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as mulheres se perfaz em importante campanha no enfrentamento à violência contra as mulheres, sendo um época de grande divulgação e fomento dos direitos humanos das mulheres”, afirmou Rosana, que também é coordenadora do Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem) e do Grupo de Atuação Estratégica em Direitos Coletivos para atuar na defesa das mulheres – Gaedic Mulher.
 
Segundo a defensora, no mundo inteiro essas datas são comemoradas como 16 Dias de Ativismo, começando no dia 25 de novembro (Dia Internacional Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres) e terminando em 10 de dezembro (Dia Internacional dos Direitos Humanos).
 
Porém, no Brasil aconteceu uma ampliação para 21 Dias de Ativismo, iniciando no dia 20 de novembro (Dia Nacional da Consciência Negra). “É um momento de muita reflexão sobre as variadas violências a que as mulheres estão expostas, e os vários recortes de mulheres”, declarou.
 
 
 
Violência pandêmica – Em meio ao isolamento social, durante a pandemia de Covid-19, o Brasil contabilizou 1.350 casos de feminicídio em 2020 - um a cada seis horas e meia, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O número é 0,7% maior comparado ao total de 2019.
 
Ao mesmo tempo, o registro em delegacias de outros crimes contra as mulheres caiu no período. Segundo os especialistas, pode ter ocorrido uma subnotificação de registros no ano passado justamente por conta da pandemia.
 
Os números são ainda mais alarmantes em Mato Grosso, que teve a maior taxa proporcional de feminicídio, com 3,6 casos por 100 mil habitantes.
 
 
 
Homenagens – No dia 18, pela manhã, a defensora pública recebeu a moção de aplausos proposta pelo deputado estadual Max Russi, presidente da Assembleia Legislativa, por sua atuação como relatora na Câmara Setorial Temática (CST) dos Direitos da Mulher, instalada na ALMT no dia 30 de maio de 2019. O deputado estadual Wilson Santos também participou do evento.
 
Já no dia 19, Rosana recebeu uma moção de aplausos do deputado estadual Lúdio Cabral, por indicação da Parada da Diversidade, pela sua defesa da população LGBTQIAP+ em todo o estado.
 
Na manhã de hoje (23), a defensora pública foi homenageada pelo vereador Dr. Luiz Fernando Amorim, na Câmara Municipal de Cuiabá, pelo enfrentamento à violência sexual e pela sua atuação no Outubro Rosa.
 
“As homenagens representam a felicidade e a sensação de estar no caminho certo. Dedico essas honrarias para as defensoras e defensores públicos, bem como para todas as mulheres”, agradeceu Rosana.
 
Compartilhar no Facebook Tweet Enviar por e-mail Imprimir
AGENDA
8 de dezembro
Reunião de Diretoria da ANADEP
9 de dezembro
AGE
 
 
 
COMISSÕES
TEMÁTICAS
NOTAS
TÉCNICAS
Acompanhe o nosso trabalho legislativo
NOTAS
PÚBLICAS
ANADEP
EXPRESS
HISTÓRIAS DE
DEFENSOR (A)