ÁREA RESTRITA

Busca Avançada
Notícias

16/04/2018 - 09:12

BA: Após 28 anos, pai assume paternidade voluntariamente com a ajuda da Defensoria Cidadã Itinerante

Fonte: ASCOM/DPE-BA
Estado: BA

O autônomo Gerson de Jesus Chagas, de 58 anos, decidiu assumir a paternidade da filha de forma voluntária após 28 anos. “Ela me procurou e eu não tive como negar. Ela é minha filha mesmo. Nossa relação sempre foi a melhor possível”, contou. A sua decisão foi efetivada durante o segundo dia da Defensoria Cidadã Itinerante – DCI no Bairro da Paz, em Salvador.
 
A ex-mulher de Gerson de Jesus, dona Marinalva, 61, contou que depois de 20 anos o pai quis assumir a paternidade da filha de forma voluntária, sem que fosse preciso realizar um exame de DNA. “Após esse tempo ele decidiu assumir a paternidade. E com o serviço gratuito da Defensoria ficou melhor ainda. As vezes a pessoa não tem tempo ou dinheiro para pagar, e eles vindo na comunidade, já ajuda a resolver os problemas”, comentou.
 
A filha, Edilane de Souza Queiroz, 28, não escondia a felicidade com a paternidade assumida depois de 28 anos. Edilane relatou que a aproximação se deu logo após ela completar 18 anos e ter mais controle sobre a própria vida. “Me sinto feliz de ter o reconhecimento do meu pai mesmo. Nossa relação era conturbada por ele não ter me registrado, minha mãe não queria que eu fosse na casa dele e então eu não tive apoio paterno”, contou. Ela falou ainda sobre o serviço prestado pela Defensoria: “Serviço ótimo, eu já queria fazer e estava tendo dificuldades, por ser fora do meu bairro, ter que pagar transporte e ter outros custos. Já aqui não, foi tudo rápido, de graça e objetivo. ”
 
Outra assistida foi a dona de casa, Tamires Lima Simas. “Vim em busca de atendimento para conseguir um exame de DNA gratuito, e consegui marcar. Eu acho bom este serviço da Defensoria, facilita a vida de quem mora na comunidade e isso já ajuda bastante”, descreve.
 
No segundo dia de atendimento do mês, os servidores e defensores atenderam aproximadamente 20 pessoas que foram em busca de orientação, com a realização de um exame de DNA durante a manhã. A maior parte dos atendimentos foram referentes a área de família, como DNA, pensão e divórcio. A primeira ação na DCI no Bairro da Paz, na edição 2018, aconteceu no dia 06/04 e o atendimento ocorre na Base Comunitária de Segurança – BCS.
 
“Como de costume a Defensoria implantou esse sistema de atividade itinerante e a gente se sente muito orgulhoso em participar, até porque a comunidade tem dificuldade de se deslocar para centro da cidade, e quando nós nos deslocamos e viemos para a comunidade, é justamente para dar essa assistência que as pessoas merecem. E é de fundamental importância que a gente continue essa ação por prazo indeterminado, procurando verificar todas as demais comunidades carentes e socializar essa turma que é importante”, relatou o defensor público Armando Fauaze Novaes.
 
Defensoria Cidadã Itinerante
 
Sempre às sextas-feiras, o Defensoria Cidadã Itinerante – DCI visita um bairro específico três vezes por mês. O projeto tem como objetivo prestar assistência jurídica nas áreas de família, saúde, cível, direitos humanos, criminal, infância e adolescente, tutelas coletivas, reconhecimento de paternidade por meio de exame de DNA gratuito (oferecido através da Ação Cidadã Sou Pai Responsável), entre outras assistências.

26 e 27 de julho - Porto Alegre/RS

1º Encontro das Defensoras e Defensores Públicos da Região Sul

26 de julho de 2018, às 14h, Porto Alegre/RS

Assembleia Geral Extraordinária (AGE)

Facebook Twitter Instagram YouTube Flickr

 

ANADEP - Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos
Setor Bancário Sul, Quadra 02, Lote 10, Bloco J, Ed. Carlton Tower, Sobrelojas 1 e 2 - Asa Sul
CEP: 70.070-120 - Brasília - DF - Brasil
Tel: +55 61 3963-1747 - Fax: +55 61 3039-1763