ÁREA RESTRITA

Busca Avançada
Notícias

19/05/2017 - 15:13

GO: População é atendida pela DPE na praça do Bandeirante no Dia do Defensor Público

Fonte: ASCOM/DPE-GO
Estado: GO

A aposentada, Odórcia Aparecida de Souza, 57 anos, não conhecia a Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), mas assim como centenas de pessoas que passaram na Praça do Bandeirante, no centro de Goiânia, na manhã desta sexta-feira (19/05), foi apresentada à instituição e encaminhada para o atendimento. A ação foi realizada, das 8h30 às 12h, pelos defensores públicos e defensoras públicas que prestaram esclarecimento jurídico e gratuito no local, em comemoração ao Dia Estadual do Defensor Público e Dia Nacional da Defensoria Pública. “Tenho um dinheiro para receber lá na prefeitura de Goiânia. Nós temos um lote e não fizemos um inventário, vou lá na Defensoria para resolver este meu problema, porque minha mãe teve a casa desapropriada”, afirmou empolgada dona Odórcia.

Diferentemente da aposentada Odória Aparecida, o ambulante Edilson Pereira de Saulo, 44 anos, afirmou conhecer a Defensoria e disse já ter procurado a instituição para resolver um problema na área financeira. “A Defensoria Pública é pro lado do cidadão. Pra gente que não tem renda e que não pode pagar um particular é bom. A gente pega auxílio, pega apoio pela Defensoria,né?”, declarou satisfeito.

A defensora pública-geral do Estado de Goiás, Lúcia Gomes Silva Moreira, acompanhou a início da ação. À imprensa, Lúcia Silva Moreira explicou que o objetivo deste trabalho ‘é fazer com que a comunidade entenda, valorize e divulgue a Defensoria Pública’. “ A Defensoria está aqui para fazer orientação jurídica integral e gratuita ao cidadão goianiense. Hoje dia 19, Dia do Defensor, mês de maio, Maio Verde, mês da Defensoria Pública. Estamos aqui para apresentar ao cidadão o nosso atendimento e encaminhá-lo aos nossos polos de atendimentos”, explicou. Lúcia Silva Gomes explicou ainda que o quadro da Defensoria Pública hoje conta com 62 defensores públicos, mas que espera ainda para este ano a nomeação de outros defensores públicos “para inclusive começar o processo de interiorização da Defensoria, que antede por enquanto só em Goiânia”.

O defensor público Eliannilson Rodrigues do Nascimento afirma que esta ação é muito válida. “É muito interessante este trabalho de apresentação da Defensoria Pública, principalmente aqui em Goiás , por ser uma instituição nova, para que a população a conheça”, detalhou o defensor público. A defensora pública Izabela Novaes Saraiva  disse ter adorado a iniciativa. “É maravilhoso ter o contato com a população, um contato com os assistidos, com o nosso público-alvo, prestando orientação jurídica na medida que conseguimos. Isso só contribui para o fortalecimento da instituição para possamos ter cada vez mais sucesso”, concluiu.

O gerente da Defensoria Cível, Mário Rosa Moreira, também concedeu entrevista à imprensa esclareceu sobre os atendimentos realizados pela Defensoria e sobre a documentação necessária para a abertura de um processo. “A Defensoria pública não exige nenhum tipo de documentos para a Defensoria em si. Na verdade, nós exigimos apenas os documentos necessários para a demanda. Para ajuizar uma ação a pessoa precisa comprovar algumas coisas relacionadas ao seu pedido. Por exemplo, divórcio: é necessário que a pessoa leve sues documentos pessoais, os documentos relacionados ao casamento, se tiver filhos, os documentos relacionados aos filhos e documerntos dos bens materiais. Na verdade, esses documentos são exigidos pela justiça e são necessários para o processo. Qualquer ação judicial é necessária aquela documentação. É importante a pessoa levar todos os documentos para que ela não tenha o pedido negado, em virtude da falta de documentação”, explicou.

O superintende das Defensorias Especializadas, Domilson Rabelo da Silva Júnior, afuma que a avaliação que se faz deste tipo de trabalho é sempre positiva e espera poder repeti-lo em intervalos mais curtos possíveis .”O primeiro ponto positivo é poder reunir os colegas defensores públicos e defensoras públicas, em prol de uma causa justa, que é mais que merecida, o Dia do Defensor Público, só nós sabemos os desafios que enfrentamos no dia a dia, os desafios da profissão, os desafios da carreira. Positivo também porque é a primeira oportunidade de demonstrar nosso trabalho fora dos gabinetes, porque estamos aqui na rua e atendendo a quem realmente merece e necessita. Não acredito que façamos todos os anos, pode ser todos os meses, a medida que formos conseguindo, temos que nos esforçar o máximo para isso.

Facebook Twitter Instagram YouTube Flickr

 

ANADEP - Associação Nacional dos Defensores Públicos
SCS Quadra 01 - Bloco M - Ed. Gilberto Salomão - Conj. 1301- CEP 70305-900
Brasília - DF - Tel: +55 61 3963-1747 - Fax: +55 61 3039-1763